Ninguém percebe

18:00


Observo todos os lados, e por mais que esteja cercada de pessoas, estou só em meu casulo. Decidi proteger-me da maldade humana. Utópico não? Porém, me pareceu "sensato", já que não suporto falsidade e mentiras sendo alimentadas á minha frente. Estou morrendo e ninguém percebe.

Meu peito arde, não consigo expor o que me aflige. Como um peso morto, vem infectando meu corpo, minha alma, minha mente e principalmente minha paz.

Parece que ninguém enxerga, ou fingem tão bem ...

A luta é diária, o desgaste é maior do que uma maratona olímpica. Quando finda o dia , não possuo forças, apenas resta pó.

Minhas perspectivas voam para longe. Me encontro só, perdida, amarga e usada.

Leia Também

0 comentários

Twitter

Subscribe