Habituada a padecer

12:00


Conformada, assim deveria estar diante das decepções, contudo cada experiência parece mais profunda, parece tocar um ponto distinto, sendo a dor mais intensa.

Não sei ao certo, mas acredito que faça um mês, que nenhuma gota salgada se atreveu escapar pelas minhas retinas. Possivelmente estou forçando parecer uma garota durona, firme diante ao vendaval da vida, todavia tenho a certeza que em alguma hora, talvez a menos provável, assistindo uma novela ou sequer viajando em pensamentos na janela de um ônibus qualquer, lágrimas escorreram involuntariamente, e quando der por mim, entenderei que guardar jamais fez bem a alguém, e então aceitarei ser igual a todos. 

Predestinada por homens, a sofrer, no entanto, vencedora por uma força maior!

Leia Também

0 comentários

Twitter

Subscribe