Para que rótulos?

01:31




Estou farta de uma sociedade cúmplice de rótulos. Farta de ser taxada como escandalosa apenas por rir alto, ou mandona por ter opinião. 

Há pouco tempo li uma notícia que me deixou assustada. Uma indiana sofreu estupro coletivo por cinco homens dentro de um ônibus em Nova Déli, e como argumento, dos mesmos, foi que ela pediu, visto que saiu durante a noite. Então houve certa polêmica em um pesquisa feita, que revelou que mulheres com roupas curtas pedem para ser estupradas, e o inacreditável foi que brasileiras concordaram com tamanha blasfêmia. Que século vivemos? Talvez seja justificável o senso comum daqueles homens que obtém uma cultura machista, mas brasileiras concordarem com tais argumentos? 

Até quando uma vestimenta definirá uma pessoa? Somos seres humanos e não produtos! Quantas vezes, presenciei julgamentos insanos sobre pessoas residirem em favelas, de garotas que jamais “ficaram” com alguém. Já perdi a conta das injustiças cometidas!

A sociedade tem que entender que não há um modelo a ser seguido, somos diferentes, logo pensamos diferentes. O respeito tem de estar presente, pois somente com ele podemos seguir nesse diversidade que nos rodeia.

Leia Também

0 comentários

Twitter

Subscribe